Motociclistas estão mais expostos, mas vestimenta especial pode evitar derrapagens e quedas

Estimativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) revela que dirigir na chuva pode aumentar em até 40% o risco de acidentes. E o porquê disso tem um nome: a famosa aquaplanagem. A água na estrada diminui o atrito entre os pneus e o asfalto e essa situação faz com que motocicletas e veículos acabem deslizando em alguns pontos onde a água fica acumulada. Para as motos, as curvas – principalmente nas estradas – também podem facilitar os deslizes e quedas.

A primeira coisa a se providenciar são os itens básicos de todo o motociclista que são, segundo o Denatran, capacete, jaqueta, calça, luvas e capa de chuva. Pode parecer até bobagem, mas partes do corpo muito frias podem incomodar e tirar a atenção do trânsito. Invista também em capas de chuva com faixas reflexivas. Elas são muito importantes em situação de baixa visibilidade.

Depois, vale seguir as orientações e dicas de direção dadas pelos departamentos estaduais de trânsito. Confira:

  1. A principal dificuldade dos motociclistas ao dirigir na chuva é a diminuição da visibilidade, o que pode dificultar manobras para desviar de obstáculos na via, como buracos ou objetos. Use capacete com viseira adequada ou óculos de proteção.
  2. Cuidado ao acelerar ou fazer uma curva em cima de uma pintura no asfalto porque a tinta diminui a aderência do pneu. Mesma coisa para vias com sujeira. Com a areia e o óleo se misturando com a água é maior a chance de ficar escorregadio.
  3. Ande sempre pelas faixas centrais porque na maior parte das vezes as laterais acumulam água e o risco de derrapagem e queda é maior. Mesma coisa para as poças. Evite-as ao máximo. Elas também podem esconder buracos.
  4. Em dias de enchente evite transitar. Além dos temidos buracos escondidos, a água pode entrar no motor e causar uma pane. Já é um transtorno em dias de sol, imagine em dias de chuva intensa.
  5. Cuidado com a frenagem. A freada mais brusca pode fazer com que o pneu perca aderência com o solo e derrape. E em situação de trânsito, o veículo que vem atrás também pode ter dificuldades para frear. E sempre mantenha a distância regulamentar do carro da frente.
  6. Não se incline demais em curvas fechadas ou quando estiver em uma relativa velocidade. Se você fizer isso, a lateral do pneu encosta no solo ao invés da banda de rodagem e essa parte é mais lisa. Ou seja, maior risco de queda.
  7. Nunca esqueça de verificar os pneus. Quando eles estão em bom estado e com a pressão correta permitem escoar melhor a água pelos sulcos. Isso pode evitar a aquaplanagem.
  8. E, principalmente, respeite os prazos de manutenção e revisão da moto. Em dias de chuva que você vai precisar mais de itens, como farol, freios e pneus.

Nessas horas você pode contar com a Magnetron, pioneira na industrialização de sistemas de ignição e energia, sendo a melhor opção em peças de reposição para motos. Para atestar a sua qualidade, a empresa possui o ISO 9001, seguimos normas internacionais que incluem desde a administração interna até a excelência no pós-atendimento.

Essa é uma matéria Magnetron! 🙂

Gostou do nosso passo a passo? Então continue acompanhando nosso blog!

Veja também: Dicas Valeo: maneiras de preservar seu carro parado na quarentena.

Sobre o AutoZ

AutoZ é um e-commerce fundado pela DPaschoal, tendo 20 anos vendendo serviços automotivos e resolvendo as dores de nossos clientes. Realizar sua compra em nosso site se tornou algo muito simples, aqui você pode pagar em até 10x sem juros no cartão de crédito e com 5% de desconto à vista no boleto, além disso, prezamos em nossa entrega rápida.

 

Leave a Reply

Skip to content